terça-feira, 15 de setembro de 2015

Feira Setecentista de Queluz

Pequenos momentos que fazem grande diferença. Foi um final de tarde que muito deliciou e divertiu o Diogo que andava pela Feira a tocar tambor. 

O momento alto foi andar de cavalinho que o levou ao delírio. Os momentos divertidos passaram-se a admirar o ambiente envolvente da festa onde ele riu e divertiu-se muito e o momento de encanto foi o Teatro de Papel onde ele ficou 20 minutos muito sossegado e atento.

Tirando os extras da inteira responsabilidade dos pais e o tambor que custou 10€ este final de tarde espectacular teve o custo de 6.5€ (2€ andar de cavalinho + 1.5€ por pessoa o Teatro de Papel).







segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Jardim Zoológico a 3

A 3 ou a 4 porque a Bó bé também foi.

Foi em 2012 que fomos a última vez ao Jardim Zoológico, a diferença é que dessa vez éramos só dois, sem ter em mente a perspectiva de vir a ser 3 e agora somos 3.

Eu queria muito que o Diogo fosse ao Zoo porque ele conhece todos os animais e vê muitos livros e filmes com eles. A ideia era ver a reacção dele quando os visse ao vivo. A coisa não começou bem porque ele acordou ás 6h da manhã endiabrado e prontinho para fazer do resto do dia um dia de estafetas e corta mato.

Ir ao Zoo com uma criança de 2 anos é uma aventura, não pode e felizmente não foi planeado e deixámos que o dia passa-se da melhor forma. O Diogo só queria correr, correr e correr mas volta e meia conseguíamos chamar a sua  atenção para algum animal e ele adorava. 

Adorou andar de teleférico, dar de comida aos macacos, ver os elefantes, as girafas, subir e descer inúmeras vezes a rampa para o lince ibérico. Acabou por dormir uma pequena sesta porque já nem ele se aturava mas basicamente quem comandou as "tropas" foi ele e não foi fácil com tantas coisas e espaços para explorar. Tenho cá para mim que ele estava ainda com mais energia e determinado do que o normal.

Não deu tempo para muitas fotos e tudo o que se viu foi mais de passagem que de pura observação mas na sesta dele e nosso merecido descanso deu-me para ir admirar a macacada e fiquei encantada.

Se voltava lá com uma criança de 2 anos?Acho que sim porque é, de facto,um dia divertido, diferente e bem passado mas é um espaço bastante dispendioso para uma família não usufruir dele na totalidade a nível de espaço e de tempo. Eu aconselhava a esperar mais um ano para que a criança pudesse ter outra percepção do local, não fosse tão volátil e apreciasse melhor cada animal.

Atenção que o Diogo viu muitas coisa, apreciou, bateu palmas, esteve muito atento mas fiquei com a ideia que também ficou muito cansado com tanta informação.